1. O QUE É O PROJETO PÉS FORMOSOS?

Pés Formosos é resultado do pacto de amor exigente das igrejas que compõem a Associação Batista do Leste (ABL) que visa fortalecer as igrejas na região leste da Bahia. É um projeto missionário e evangelístico atuando em setores não alcançados ou necessitados de revitalização e de difícil acesso à mensagem do Evangelho, tais como cidades, distritos e povoados.

O projeto Pés Formosos desenvolve atividades evangelísticas, missionárias, educacionais, sociais e culturais, apoiando as igrejas e atuando na evangelização, fornecendo suporte e recursos humanos, intelectuais e estudos bíblicos aos cristãos da Região Leste da Bahia.

2. QUEM PARTICIPA

Participam do Projeto Pés Formosos todos e quaisquer cristãos de testemunho visível, que esteja em comunhão com Deus, que seja membro de uma igreja reconhecidamente evangélica e que adote uma postura de concepção expansiva do Reino de Deus. Ressaltamos que o trabalho funciona sob o prisma da fé bíblica autentica considerando em seus princípios de santificação e exercício dos dons espirituais.

3. VISÃO

Priorizar pessoas e serviço com um evangelismo criativo, mas que as pessoas sejam confrontadas e alcançadas por Deus, integradas na Igreja Local.

4. MISSÃO

“Atuar na expansão do cristianismo integral, alcançando e edificando pessoas com o poder do Evangelho, promovendo a cosmovisão cristã”. Estamos fundamentados no trabalho do apóstolo Paulo que atingiu todos os setores da sociedade, inclusive edificando a Igreja em Atenas, conforme o livro de Atos capitulo 17, versículos 19, 21, 34.

5. JUSTIFICATIVA

A Associação Batista do Leste (ABL) compõe-se de cerca de 22 igrejas, sendo que algumas delas precisam de uma cooperação mais efetiva afim de desenvolverem um trabalho mais no que tange a evangelização de pessoas ainda não alcançadas pela mensagem do Evangelho.

Nesse contexto, surge o “Projeto Pés Formosos” como um instrumento relevante para cooperar com esse desenvolvimento evangelístico através de impactos, distribuição de folhetos, testemunhos, bem como cooperação com os trabalhos inerentes à Igreja local com aquiescência do seu Líder.

A execução dessas atividades visa implantar novos trabalhos nas cidades e povoados onde ainda não tem trabalho batista, bem como, revitalizar outros em lugares já existentes mas que ainda carece de um desenvolvimento mais abrangente.

6. OBJETIVO GERAL

Impactar as cidades e povoados do leste baiano com a mensagem do Evangelho, abrindo novas frentes de trabalhos, revitalizando igrejas bem como treinar jovens para a obra de evangelização.

7. OBJETIVOS ESPECÍFICOS:

v  Implantar novas frentes missionárias que funcionarão de acordo com a realidade da igreja local;

v  Revitalizar trabalhos já existentes;

v  Treinar jovens para a obra de evangelização.

8. ESTRATÉGIAS:

·         Treinamento com a igreja 10 dias antes do projeto;

·         Treinamento de 2 dias com a  equipe ensinando sobre evangelismo, discipulado e evangelização de crianças;

·         Confeccionar e distribuir para cada missionário uma “cartilha” com regras e normas para o bom desenvolvimento do Projeto;

·         Evangelismo com crianças, classe de 3 dias, fantoches, pinturas no rosto, etc;

·         Recenseamento;

·         Reuniões semanais de oração;

·         Estudos bíblicos e evangelismo;

·         Treinamento de líderes para evangelismo e discipulado pessoal com ênfase prática;

·         Realização de eventos e impactos evangelísticos;

·         Evangelismo pessoal e estratégias de evangelização;

·         Filme Jesus, mensagem ilustrada, pulseirão, cubo, narrativas bíblicas, faixas, peças teatrais e arrastão com palhaços;

·         Conferencias e palestras culturais, científicas e sociais com dentistas e médicos;

·         Parcerias com igrejas e frentes missionárias locais (Daniel Callis, Cruzada Estudantil APEC);

·         Fotografar, filmar e redigir “jornaizinhos” com os testemunhos e experiências durante o projeto.

9. RECURSOS

9.1  – Humanos

·         Coordenadora;

·         Agencias Missionárias;

·         APEC;

·         Jovens das diversas igrejas da ABL;

·         Secretário Executivo da ABL;

·         Membros da igreja local.

9.2  – Materiais

·         Bolas de isopor;

·         Bolas para confeccionar;

·         Pulseiras evangelísticas;

·         Cordão;

·         Tecidos;

·         Tintas;

·         Material de papelaria;

·         Roupas e maquiagem de palhaços;

9.3  Literatura

·      Folhetos;

·      Material para os estudos bíblicos com crianças e adultos;

·      Fichas de recenseamento.

9.4  Financeiros

Os recursos para esse evento são oriundos de:

·         Verbas da ABL, previamente orçadas para estes fins;

·         Doações das igrejas associadas à ABL;

·          Doações voluntárias;

·         Inscrições dos missionários;

·         Patrocínios.

10. CRONOGRAMA.